Próximos Passeios de Domingo

Destaques

Publicada obra inédita de José da Felicidade Alves

A obra inédita de José da Felicidade Alves, "Peregrinação pelas Igrejas de Lisboa", começa a ser publicada em vários tomos, em formato de e-book, no Portal de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa, a partir de 14 de dezembro, data do 22º aniversário da sua morte.

CNC: 75 Anos de Vida

Já há 75 anos! Três jovens vinham de Fátima e, em boa hora, lembraram-se de criar um clube cultural, que reunisse artistas, escritores, poetas...

Até sempre...

Carmen Dolores (1924-2021)

Carmen Dolores fez do Teatro o seu modo de contribuir para melhorar a vida e o mundo. Amiga de muito tempo do Centro Nacional de Cultura, prestamos a nossa sentida homenagem. Apresentamos à sua família e amigos sentidas condolências.

Luís Filipe Salgado de Matos (1946-2021)

O Luís Filipe Salgado de Matos era das pessoas mais argutas e inteligentes que conheci. Era um investigador exímio, um conversador inesgotável, alguém que era capaz de ver para além do imediato e das aparências.

Carlos Melo Santos (1956-2021)

Professor de Artes, antigo Vice-Presidente do Instituto Camões, músico, jurista, poeta e escritor, Carlos Melo Santos era um amigo antigo do Centro Nacional de Cultura, e colaborador do Blog “Raiz e Utopia” com o pseudónimo de Carlos Rosa.

John Frey (1959-2021)

John Frey colaborou com o CNC no âmbito do projeto DISQUIET, sempre com grande generosidade e competência. Apresentamos a sua família sentidas condolências e homenageamos a sua memória.

Carlos do Carmo (1939-2021)

O Centro Nacional de Cultura recorda o cidadão, o fadista e o homem de cultura, o amigo do CNC, recentemente agraciado com o Prémio Vasco Graça Moura de Cidadania Cultural. Apresentamos a sua família sentidas condolências e homenageamos a sua memória.

Celina Pereira (1940-2020)

A Fundação Internacional, a Associação Menuhin Portugal e o Centro Nacional de Cultura homenageiam a grande mulher de cultura e apresentam condolências à sua família e amigos.

Gonçalo Ribeiro Telles (1922-2020)

Sócio número Um do Centro Nacional de Cultura, único fundador ainda vivo, deixou-nos e a melhor palavra que temos neste momento é gratidão. Será para nós sempre um exemplo e uma memória viva.

Visite os sites CNC

Subscreva a nossa newsletter