Cultura Solidária

Um linha de atuação do Centro Nacional de Cultura que engloba um conjunto de projetos que têm como objetivo principal desenvolver a oferta e o consumo cultural no sentido de uma plena inclusão, considerando a criação, a participação e a fruição por parte de todos os cidadãos.

Os Nós e os Laços

Destinado a promover ações de Animação Cultural nos Centros de Dia e Lares da Terceira Idade da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, este projeto, intitulado Os Nós e os Laços, foi apresentado por altura do lançamento do site dedicado a António Alçada Baptista, sendo através deste que todos os interessados em participar nestas ações como voluntários na área cultural se podem inscrever.

Chiado, Chiadinho

Ateliers infantis para crianças do 1º ciclo do ensino básico, em escolas com necessidade de intervenção prioritária. Pretende-se promover a interligação de várias artes – património, leitura, escrita, ilustração -, para que seja potenciada a expressividade e a criatividade destas crianças e para que a vivência e o contacto com estas realidades lhes permita um melhor desenvolvimento da sensibilidade.

Ver pela Arte

Foi lançado no ano letivo de 2014/2015 o programa VER PELA ARTE, que possibilita a aprendizagem de música por alunos com deficiência visual.
O projeto foi coordenado pelo Centro Nacional de Cultura e visou a aprendizagem musical integrada de crianças a partir dos 6 anos, jovens e adultos com deficiência visual numa Escola de Música, incluindo, na pratica pedagógica, Formação Musical, Cultura Musical, História da Música e Cultura das Artes, Instrumento, Musicografia Braille e Classe de Conjunto.

Artes e Letras na Prisão

Programa de animação cultural nas prisões nacionais que o Centro Nacional de Cultura desenvolve desde 2017, levando artistas e escritores a partilhar os seus trabalhos, as suas experiências e conhecimentos com os reclusos, valorizando assim o seu enriquecimento e, ao mesmo tempo, dando especial atenção à sua futura reintegração na comunidade.

Cultura Acessível

Em parceria com a Locus Acesso, o Centro Nacional de Cultura tem possibilitado nalguns dos seus “Passeios de Domingo” a participação de jovens e adultos com deficiência visual e auditiva, promovendo a acessibilidade à atividade cultural.


Apoio:

Subscreva a nossa newsletter