Home Sobre nós Serviços Novos sócios Bolsas Mecenas Contactos English Français
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"
Helena Vaz da Silva LER BIOGRAFIA

Igreja Paroquial de Santo António de Campolide

Igreja Paroquial de Santo António de Campolide

Integrada nas casas da Quinta da Torre, existia uma pequena capela setecentista, dedicada a Nossa Senhora da Penha. Quando, em 1858, o então proprietário – João de Lemos – vende estas casas ao Padre Carlos Rademaker, fundador do Colégio de Campolide, a invocação deste colégio – Imaculada Conceição – passa também para a Capela. Sobre as bases desta antiga capela foi, em 1879, lançada a primeira pedra da nova Igreja, que viria a ser inaugurada em 30 de Abril de 1884, pelo então Patriarca de Lisboa, D. José Neto.
A estrutura desta igreja imita a estrutura das igrejas das Ordens Mendicantes Portuguesas. No seu interior parece haver uma assimilação da estrutura das igrejas de São Roque, em Lisboa, e de São Francisco, em Évora, enquanto que o trabalho de marcenaria das balaustradas é tido como único em igrejas de Lisboa.
Em 8 de Outubro de 1910, a igreja foi encerrada, passando a ser utilizada como depósito da Farmácia Central do Exército. Por esta altura, desaparece o recheio jesuítico da igreja, incluindo a imagem do antigo orago, Imaculada Conceição.
Em 1917, a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e Senhor Jesus dos Passos da Santa Via Sacra, da Igreja Conventual de Santa Joana, foi desapossada do seu templo e bens. Como compensação, em 1924 foi-lhe entregue a Igreja da Imaculada Conceição (de que só viria a tomar posse em 1938).
A 13 de Outubro de 1938 foi criada a Paróquia de Santo António de Campolide, pelo então Cardeal Patriarca D. Manuel Cerejeira, cuja sede se instalou na igreja do antigo Colégio, tendo por esta altura recebido obras de restauro e adaptação.
Foi classificada pelo Instituto Português do Património (IPPAR) como imóvel de interesse público a “Capela anexa do antigo edifício de Colégio de Campolide da Companhia de Jesus, com acesso pela Travessa Estêvão Pinto, em Lisboa”, actualmente Igreja de Santo António de Campolide, tendo sido a homologação publicada em Diário da República de 30 de Novembro de 1993, série I B, pelo Decreto nº 45 / 93.

Vejamos agora o estado actual do imóvel:

  Vista exterior

 Acesso e espaço circundante

 Antecâmara da galeria

 Capela Baptismal

  Coro

  Soalho

  Tecto da Galeria (imagem 1)

  Tecto da Galeria (imagem 2)