Viagens Culturais

Ciclo Os Portugueses ao Encontro da sua História

Nestas viagens – que decorrem desde 1985 – o objetivo é ir ao encontro dos vestígios dos séculos XVI e XVII deixados pelos portugueses pelo mundo fora, realizando na atualidade novas formas de relacionamento com base nessa história comum. Acompanhadas por artistas cronistas, segue-se a publicação dos respetivos diários.

A chegada de Vasco da Gama a Calicute, em 1498

Índia – da Costa do Coromandel à Costa do Malabar

:: 31 de agosto a 14 de setembro
Guia: Anísio Franco

No âmbito do ciclo “Os portugueses ao encontro da sua história”, o CNC propõe uma viagem aos locais de memória dos portugueses por São Tomé de Meliapor, Paliacate, Tuticurim, Coulão, Calicute, Cranganor e Cochim, sempre acompanhados pelo Dr. Anísio Franco.

Como é habitual nestas viagens, pretendemos levar, além dos sócios e amigos que se inscreverem, um escritor e um artista convidados com a finalidade de fazer um registo da viagem (Diário de Viagem) e de estabelecer relações institucionais no domínio cultural que possam prolongar-se para o futuro, prosseguindo os objetivos deste ciclo de viagens criado em 1985 por Helena Vaz da Silva com o objetivo de “trazer o nosso passado para o nosso presente”.

Da Costa do Coromandel à Costa do Malabar
por Anísio Franco

Quando se fala da presença dos portugueses na Índia, fala-se, antes de tudo, na cristianização dessas paragens longínquas. Para além da abertura de uma nova rota, que facilitava o transporte de pessoas e bens entre o mar Índico e a Europa, o que os portugueses estabeleceram foram laços culturais, que passaram, acima de tudo, por deixar marcas da cultura cristã em todas as costas indianas.
Uma das demandas mais interessantes, sempre presente nos discursos dos missionários que para a Índia seguiram, era a busca dos vestígios deixados pelo Apóstolo São Tomé, que segundo a tradição teria iniciado a cristianização do subcontinente indiano e por lá fora martirizado.
Os “cristãos de São Tomé” espalhavam-se ao longo da costa do sul do Malabar até ao Coromandel onde se encontrava o túmulo do próprio apóstolo. Tal ideia é divulgada por Damião de Goios na Chrónica do Felicíssimo Rei D. Manuel: “Estes costumes e crenças têm todos os cristãos que há desde Cranganor até Chormandel e Mailapur, onde jaz enterrado o Apóstolo São Tomé que pregou a Palavra de Nosso Senhor Jesus Cristo a estes de Cranganor e aos de Coulão e primeiro que a estes aos da ilha de Cocotorá como eles têm por suas lendas e livros autênticos.”
Fossem estes cristãos do rito nestoriano mais tarde obrigados a submeter-se ao padroado português, com sede em Goa, o que importa é que eles deram um sinal de esperança à possibilidade de cristianizar das terras entre o Malabar e o Coromandel. De facto, uma complexa teia de interesses, tanto comerciais como militares e políticos, estabeleceu-se entre as duas costas com especial enfoque para Cochim e São Tomé de Meliapor.
É no caminho dessa teia de relações, hoje apenas delatável pela presença de inúmeras igrejas de rito católico, com origem na passagem dos portugueses por esses lugares, que a nossa viagem se fará. Na verdade, uma aventura que poucos compatriotas nossos tentaram, mas que “Os portugueses ao encontro da sua História” com Centro Nacional de Cultura irão, com certeza, levar a bom porto.

>> Programa 
>> Crónicas da Viagem

Caso deseje viajar connosco não hesite em contactar-nos por e-mail para hserra@cnc.pt ou por telefone – 21 346 67 22

Viagens hisToRY

hisToRY é o mais moderno e dinâmico projeto em Portugal dedicado exclusivamente ao Turismo Cultural Temático nas áreas da História e História de Arte. Resulta da parceria da agência de viagens Tryvel com o Centro Nacional de Cultura e o CHAM – Centro de Humanidades.

O principal objetivo desta iniciativa, é a estreita colaboração destas três entidades no sentido de potencializar a realização de viagens sobre História e Arte de alta qualidade. Não só em termos de serviço turístico (alojamento, transporte e gastronomia), mas essencialmente na otimização dos conteúdos históricos a visitar e na seleção criteriosa dos conferencistas.
A experiência dos profissionais da Tryvel em aliança com o Centro Nacional de Cultura na escolha dos temas e destinos e do CHAM na colaboração dos seus notáveis professores como guias, tornarão este novo conceito de viagens HISTORY na mais desejada via de concretização dos desejos do viajante cultural.

Malaca e as Molucas

:: 12 a 28 de janeiro de 2020
Com João Paulo Oliveira e Costa
Destino: Indonésia, Malásia, Singapura
Duração: 17 dias
Preço: 7600€

As ilhas especiarias e os sonhos de Fernão de Magalhães
Há 500 anos zarpou de Espanha uma expedição financiada pela coroa castelhana e comandada pelo português Fernão de Magalhães. A missão desta armada era descobrir uma rota pelo Ocidente que permitisse o acesso às ilhas Molucas navegando pela área do planeta que estava reservada a Castela pelo Tratado de Tordesilhas. O que estava em jogo era a rivalidade luso-castelhana pelo controlo do comércio asiático e as aspirações de Castela punham em causa o status quo que os Portugueses iam estabelecendo nas águas da Ásia do Sueste.
Magalhães conhecia bem essa zona do Globo pois acompanhou Diogo Lopes de Sequeira na primeira visita de uma armada portuguesa a Malaca, em 1509, e participou dois anos depois na conquista da cidade sob as ordens de Afonso de Albuquerque. Enquanto aí esteve viu os navios vindos das Molucas e de tantas outras desvairadas partes.
Esta viagem irá percorrer esses espaços dos Portugueses no Sueste Asiático: Malaca, que Magalhães conheceu, as Molucas, que Albuquerque agregou para o Estado da Índia e que Magalhães tentou alcançar para a coroa castelhana e outras ilhas de produções raras, que foram sendo integradas no jogo de interesses lusos ao longo de décadas, e que hoje integram a Indonésia.
>> Programa [pdf]

Viagens TryArt 

Parceria do Centro Nacional de Cultura com a agência de viagens Tryvel

Viagem sobre a História da Música – Johann Sebastian Bach

:: 9 a 15 de dezembro
com André Cunha Leal
Destino: Alemanha
Duração: 7 dias
Preço: 3450€

Percorrer o caminho de Bach é o pretexto para se fazer uma viagem ao coração da Alemanha e à sua cultura. Nesta viagem vamos desde a terra natal de Bach, Eisenach, passando por Arnstadt onde foi organista, por Weimar e por Köthen, cidade onde compôs alguma da sua melhor musica instrumental, até chegarmos a Leipzig, cidade onde faleceu e onde deixou algumas das maiores obras-primas da humanidade. A pretexto de Bach, iremos ao encontro de outros marcos importantes da história da música, como Mendelssohn e Wagner, ambos nascidos em Leipzig, ou Liszt, compositor intimamente ligado a Weimar. E aproveitando o que estas cidades têm para nos oferecer, temos a sorte de poder assistir ainda a duas grandes óperas: Tosca, de Giacomo Puccini (em Weimar) e Rusalka de Antonín Dvorak (Leipzig). Por fim, em Leipzig, cumpriremos a tradição de mais uma Oratória de Natal de Bach na Igreja de São Tomás com a prestigiada Orquestra do Gewandhaus.
>> Programa [pdf]

Leonardo da Vinci

19 a 25 de maio de 2020
com Pierre Léglise-Costa

Destino: França Itália, Suiça,
Preço: 3950€

Leonardo da Vinci é, com Michelangelo, o mais famoso «génio» renascentista. Como pintor, a sua produção marcou tanto pela qualidade excecional, quer pelo número reduzido de obras, umas quinze, que chegaram até nós e que têm sido, desde a famosa biografia que Vasari escreveu nos anos 1550, alvo de constantes estudos e interrogações. Mas Leonardo tinha, além disso, uma capacidade invulgar para abranger técnicas e estudos mais variados, e uma curiosidade imensa e constante, que dava aso a trabalhos e estudos tão diversos como o urbanismo, a anatomia, a invenção de aparelhos quase mágicos, a engenharia militar, ou a fabricação de pontes.
Uma viagem seguindo os passos de Leonardo que nos leva à sua terra natal, Anchiano, às duas grandes cidades onde mais trabalhou e inventou: Florença e Milão. A caminho de França, este tour TRYART vai até ao cantão suíço do Ticino para conhecer o Castello Visconteo, um edifício militar projetado por Leonardo e, no fim, às terras suaves do Loire onde acabou a vida e onde deixou centenas de desenhos de projetos.
>> Programa [pdf]

Subscreva a nossa newsletter