Jovens Criadores Bolsa das artes 1999/2000 Artes do Espetáculo

Élvio Camacho

Nasceu no Funchal em 1975.

Trabalhou com os encenadores: Eduardo Luíz, Mário Feliciano, Fernando Augusto, Bruno Bravo, Carlos Avilez, João Perry, João Mota, Artur Ramos, São José Lapa, Alberto Lopes, Richard Cotrell, Jorge Silva Melo, Fraga, Fernando Heitor, Luís Assis, João Brites, José Peixoto, Rui Mendes, em mais de 50 espetáculos.

Encenou, entre outros, “A Ilha dos Escravos” de Marivaux, “Lianor no País sem Pilhas” de Armando Nascimento Rosa, “A Princesa dos Pés Grandes” de Natália Teles, “Zaragatano Calhau” de Carlo Goldoni, “Verdes Aventuras de D. Quixote” de Fernando Augusto, “Credo” de Craig Lucas, “Histórias da Deserta Grande” de José Viale Moutinho, com Bruno Bravo “As Rosas Suicidam-se” de Duarte Rodrigues e Miguel Vieira, “Frémitos Virgindade” e “Sucedâneos” com Paula Erra, “Mééééé… Tudo é como é” arraial bucólico com poesia de Alberto Caeiro e o interlúdio “A Carta da Corcunda para o Serralheiro” de Fernando Pessoa, “A Nossa Cidade” de Thornton Wilder no TEF – Companhia de Teatro.

No núcleo de teatro Experimentar Sentir do Estabelecimento Prisional do Funchal, encenou “A Casa de Bernarda Alba” e no Teatro Maria Matos a “Audição, com Daisy ao vivo no Odre Marítimo” de Armando Nascimento Rosa.

Tem o Curso de Formação de Actores e Encenadores (Licenciatura em Teatro) da Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa.

Como aluno finalista de mérito desta escola foi ator no Teatro Nacional D. Maria II (1998).

Como bolseiro do Centro Nacional de Cultura (Prémio Jovens Criadores – 2000), Ministério da Cultura, Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento, Goldfarb Foundation, Fundação Berardo, Secretaria Regional do Turismo e Cultura e da Secretaria Regional de Educação da Região Autónoma da Madeira especializou-se em diversas áreas do teatro na Roménia, Itália, França, Estados Unidos da América e Inglaterra.

Foi Professor na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa e na Escola das Artes da Madeira. Foi responsável, entre 2003 e 2004, pelos artigos e entrevistas da página Teatro do semanário Tribuna da Madeira.

Protagonizou diversos anúncios publicitários nacionais e internacionais para televisão.

É fundador e responsável pela Teatroteca Fernando Augusto, inaugurada em 2005 no TEF.

É membro das associações TEF – Companhia de Teatro (ator, encenador e codiretor artístico) e Primeiros Sintomas (ator).

E-mail: elviocamacho@outlook.com
Website: http://www.tef.pt

Subscreva a nossa newsletter