Destaque

Dia 20 de fevereiro iniciamos o curso “Arte e Cultura Urbana no século XIX”

HORÁRIOS: 5ªs feiras; das 18h30 às 20h
DURAÇÃO: 6 sessões; de 20 de fevereiro a 26 de março

Um percurso pela História da Arte ao longo dos últimos dois séculos.

Neste primeiro módulo abordaremos o modo como, ao longo do século XIX, as diversas expressões artísticas refletiram as profundas mudanças decorrentes da industrialização (progresso científico e técnico) e da cultura urbana (novos estilos de vida e cosmopolitismo). Como visão do mundo, a Arte questiona-se e procura novos caminhos, fazendo emergir novas áreas artísticas.

Conteúdos de cada sessão:
1. A arte num contexto de rápida mudança
2. Artes Plásticas: novos rumos
3. A invenção da fotografia: entre técnica e arte
4. Arquitetura: entre arte, construção e decoração
5. Design: uma arte emergente
6. Traje e Moda: modos de vestir

Coordenação: Maria Calado

Licenciada em História pela Universidade Clássica de Lisboa e pós-graduada em Museologia (Diploma Oficial de Conservador de Museus e Palácios Nacionais), é Doutorada em Arquitetura na especialidade de História e Teoria, pela Universidade Técnica de Lisboa. Prosseguiu a careira académica, primeiro na Escola de Belas Artes e depois na Faculdade de Arquitetura de Lisboa, onde desenvolveu atividade pedagógica e científica e dirigiu o Departamento e Área Científica de História e Teoria da Arquitetura, Urbanismo, Design e Artes.
É autora de diversas obras publicadas sobre temáticas de História da Arte, História da Arquitetura e do Urbanismo, Património Cultural e Políticas Culturais.
Foi vereadora da Câmara Municipal de Lisboa (1998-2002), responsável pelos pelouros da Cultura e da Ação Social, pelo Conselho Municipal para Integração da Pessoa com Deficiência e pelo Conselho Municipal para a Inclusão das Minorias Étnicas. Coordenou as Jornadas Europeias do Património do Conselho da Europa (2002-2004).
É, desde 2015, Presidente do Centro Nacional de Cultura. Faz parte do Conselho Nacional de Educação, do Conselho Geral da Comissão Nacional da Unesco e do ICOMOS-Portugal.

Subscreva a nossa newsletter