Cursos Livres

GOA – Património, História e Tradição

Coordenação: Eduardo Kol de Carvalho

7 sessões; de 29 de janeiro a 11 de março no Centro Nacional de Cultura

Goa, o mais pequeno Estado da União Indiana, no subcontinente do Industão, é, pela sua História, Património, Tradições e Gentes, uma identidade cultural e social que, ao longo dos séculos, tem marcado o desígnio de Portugal e da Índia. A riqueza patrimonial edificada e preservada por uma população, dinamizada por uma elite cultural forte, é um exemplo perfeito da especificidade na globalidade. É esse Pequeno, Grande, mundo Goês que se pretende abordar e compreender num Curso Livre de sete sessões.

1ª Sessão | História da Goa Portuguesa de Afonso de Albuquerque (1510) às Novas Conquistas (1783).

2ª Sessão | História da Goa Portuguesa das Novas Conquistas (1783) para além da “Invasão” (1961), até aos nossos dias.

3ª Sessão | O Património Arquitetónico de Goa: Arquitetos e Arquitetura Militar.

4ª Sessão | O Património Arquitetónico de Goa: Arquitetura Religiosa e Civil.

5ª Sessão | O Património Artístico de Goa: Pintura.

6ª Sessão | Literatura Goesa (1510~2015).

7ª Sessão | Gastronomia e Moda Goesas.

COORDENAÇÃO: Eduardo Kol de Carvalho 
HORÁRIOS: 4ªs feiras; das 18h30 às 20h00
DURAÇÃO: 7 sessões; de 29 de janeiro a 11 de março
TABELA DE PREÇOS E INSCRIÇÕES

Eduardo Manuel de Morais Kol de Carvalho, natural de Lisboa, arquiteto (ESBAL), foi coordenador do Gabinete Técnico Local de Figueiró dos Vinhos, projetista de urbanismo e arquitetura na empresa Consulmar e em outros gabinetes e fundador do Jornal Arquitectos, da Ordem dos Arquitetos.
Executou projetos de recuperação do património arquitetónico em Omã, Malásia e Tailândia.

Foi conselheiro cultural de Portugal em Tóquio e lecionou posteriormente na Universidade de Estudos Estrangeiros de Quioto. Delegado da Fundação Oriente na Índia, é, atualmente, presidente da Comissão Asiática da Sociedade de Geografia de Lisboa.
Com conferências em Portugal (continente e Açores), Japão, Índia e Vietname, tem inúmeras obras publicadas sobre património arquitetónico e cultural.
Comendador das Ordens do Mérito (1993) e do Infante (2004), foi também distinguido com o diploma de Mérito do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão (2018), Ordem do Sol Nascente com Raios de Ouro e Roseta (2019).

O Centro Nacional de Cultura vem chamar a atenção para as regras de marcação dos passeios, designadamente no que diz respeito aos prazos de pagamento e à confirmação da participação nas atividades.
Assim, seremos rigorosos na aplicação da regra da confirmação do passeio apenas com o pagamento integral, no caso dos passeios de meio dia ou de um dia, ou de um sinal de 50% no ato da inscrição e o restante com 15 dias de antecedência, no caso dos passeios de fim de semana.
Os sócios que não efetuarem o pagamento atempadamente não são avisados das eventuais alterações e, no caso de Passeios esgotados, a falta de pagamento implica a perda da vaga.
Apenas nos passeios de meio-dia poderão ser admitidos sócios sem inscrição prévia no próprio dia do passeio, ficando sempre sujeitos à existência de vagas sendo, neste caso. o pagamento feito no local do passeio.
Os pagamentos dos passeios poderão fazer-se presencialmente no CNC, por cheque enviado por correio, por multibanco ou por transferência bancária para o IBAN PT 50 0033 0000 0002 3009 9530 5 – Millennium BCP, sendo neste caso obrigatório enviar documento comprovativo por correio ou email [ info @ cnc.pt].

Subscreva a nossa newsletter