Home Sobre nós Serviços Novos sócios Bolsas Mecenas Contactos English Français
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"
Helena Vaz da Silva LER BIOGRAFIA

A Vida dos Livros

Semanalmente, poderá encontrar a escolha de um livro por Guilherme d’Oliveira Martins. 
De 11 a 17 de setembro de 2017
Ler «A Renascença Portuguesa: um movimento cultural portuense» (1990) de Alfredo Ribeiro dos Santos constitui oportunidade para compreendermos a influência extraordinária que o Porto Culto teve no século XX português.
> Ler mais
De 4 a 10 de setembro de 2017
Eduardo Lourenço ensinou-nos que ao contrário do que muitos disseram, a Geração portuguesa de 1870 não foi nem exemplo de decadência, nem sinal de desistência. Pelo contrário, quem ler com atenção a sua obra crítica facilmente encontrará a busca persistente de uma saída positiva baseada na capacidade de regeneração ou de renascença de Portugal. 
> Ler mais
De 28 de agosto a 3 de setembro de 2017
«Tudo o que não Escrevi» de Eduardo Prado Coelho (2 volumes), edições Asa, 1991-1992, é um retrato em forma de diário de uma das personalidades mais interessantes e ativas do meio cultural português da passagem do século XX para o século XXI.
> Ler mais
De 21 a 27 de agosto de 2017
«Diário de Viagens Fora da Minha Terra» de Eugénio Lisboa (Opera Omnia, 2017) completa os imperdíveis cinco volumes das Memórias do escritor e ensaísta - «Acta est Fabula».
> Ler mais
de 17 a 23 de março 2014
"Por Tierras de Portugal – Un Viaje com Unamuno" de Agustin Remesal (La Raya Quebrada, 2014) é uma recriação, ancorada em testemunhos históricos coevos e na escrita do próprio D. Miguel de Unamuno, da relação do reitor de Salamanca com Portugal, feita de um modo tão especial que Teixeira de Pascoaes chegou a dizer se todos os espanhóis fossem como o escritor de "La Agonia del Cristianismo" isso tornar-se-ia perigoso para nós outros… 
> Ler mais
de 10 a 16 de março 2014
Sentimos em «Eduardo Lourenço: A História É a Suprema Ficção», entrevista de José Jorge Letria (Guerra e Paz, 2014), a força de uma extraordinária  paixão por Portugal e a demonstração da sua atualidade. O pequeno livro merece leitura atenta, para que daí partamos para o contacto direto com uma bibliografia muito rica do entrevistado a exigir melhor conhecimento.
> Ler mais
de 3 a 9 de fevereiro 2014
«Religiões da Lusitânia» (3 volumes, 1897-1913) de José Leite de Vasconcelos (1858-1941) é, no conjunto das realizações do historiador, arqueólogo e etnólogo, uma das obras mais conhecidas e marcantes. É, no entanto, muito difícil, afirmar qual o estudo mais importante que realizou, uma vez que a sua curiosidade, o seu conhecimento e a sua capacidade de ir ao encontro dos mais ínfimos elementos da cultura portuguesa dão-lhe significado e projeção ímpares, que exigem atenção e reconhecimento.
> Ler mais
A VIDA DOS LIVROS
«La Littérature en Péril» de Tzvetan Todorov (Flammarion, 2007) é um alerta contra a perigosa rutura entre a literatura e a vida, a criação e a humanidade. Em diversos momentos desta obra, o ensaísta franco-búlgaro recorda-nos Dostoievski e o sofrimento das suas personagens – e considera que é a compreensão da realidade humana, mais do que as análises formais e teóricas, que nos aproximará dos outros e de nós mesmos, como singularidades irrepetíveis em busca da dignidade.
> Ler mais