Home Sobre nós Serviços Novos sócios Bolsas Mecenas Contactos English Français
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"
Helena Vaz da Silva LER BIOGRAFIA

A Vida dos Livros

Semanalmente, poderá encontrar a escolha de um livro por Guilherme d’Oliveira Martins. 
UM LIVRO POR SEMANA - de 19 a 25 de Janeiro
19 Fev 2007 - “O Mito dos Jesuítas em Portugal, no Brasil e no Oriente” de José Eduardo Franco (2 volumes, Gradiva, 2006) é uma obra de historiografia e antropologia religiosa que se destaca pela qualidade da investigação que contém e pela grande cópia de fontes que abarca. A partir de agora, quem quiser estudar a Companhia de Jesus terá de recorrer a este estudo, que apresenta não só uma sólida fundamentação nas fontes, mas também uma análise segura e séria da problemática em questão.
> Ler mais
Um livro por Semana- Semana de 12 a 19 de Fevereiro de 2007
12 Fev 2007 - “Aproximações” de Agostinho da Silva (Guimarães Editores, 1960) é um livro constituído por reflexões que ilustram um momento importante na trajectória intelectual do autor, em que este evolui do racionalismo crítico seareiro para o humanismo espiritualista. E diz-nos, em dado passo: “Chegou a hora de irmos por um caminho inteiramente diferente e em que percamos muito menos tempo a discutir a teoria, embora ela deva estar continuamente presente ao nosso espírito e embora o sinal supremo dessa atitude de política, estejamos dispostos a substitui-la por outra que se nos demonstre mais verdadeira. Mas o que vai decidir tudo é a própria acção.
> Ler mais
UM LIVRO POR SEMANA
05 Fev 2007 - “Pela Mão de Alice – O Social e o Político na Pós-Modernidade” de Boaventura de Sousa Santos (Edições Afrontamento, 1994) é uma obra que merece atenção por representar uma tentativa de leitura da realidade sociológica contemporânea, com destaque para a transição entre o que o autor designa como perspectivas moderna e pós-moderna. Estamos perante uma análise da realidade portuguesa como “sociedade semiperiférica”, cujas especificidade e complexidade, das “condições económicas, sociais, políticas e culturais”, conduz a uma dupla exigência de acção.
> Ler mais
UM LIVRO POR SEMANA
29 Jan 2007 - José Mattoso em “A Identidade Nacional” (Gradiva, 1998) traça de um modo claro e compreensivo um quadro conceptual que nos permite lidar com naturalidade e sem dramatismos com o tema complexo da identidade. Em lugar de uma visão centrada apenas no que distingue, esquecida da complexidade e do relacionamento com outras realidades e outras culturas, o historiador assume uma perspectiva aberta sobre a identidade, com os olhos na compreensão da diferença.
> Ler mais
UM LIVRO POR SEMANA
22 Jan 2007 - “Spheres of Justice” de Michael Walzer (Basic Books, 1983) é uma obra referencial da moderna filosofia política (tradução portuguesa, Presença, 1999). Num tempo em que a reflexão sobre o Estado social moderno obriga à compreensão das novas realidades económicas e sociais que condicionam a construção e a consolidação da democracia, Walzer lança caminhos novos que aprofundam e completam as pistas já lançadas por outros autores como John Rawls, Habermas ou Quentin Skinner.
> Ler mais
UM LIVRO POR SEMANA
15 Jan 2007 - Nas comemorações dos cinquenta anos da Fundação Calouste Gulbenkian Paula Rego pintou o tríptico “Vanitas”, a partir do conto de Almeida Faria “Vanitas – 51, Avenue d’Iéna”, agora dado à estampa em livro com introdução de Eduardo Lourenço. O conto, que começou por ser publicado na “Colóquio-Letras” e agora foi revisto e aumentado, permite-nos usufruir de um texto onde o fantasma do antigo habitante dessa casa parisiense, plena de recordações e cheia de referências artísticas, revive num monólogo singularíssimo, que Jorge Silva Melo apresentou, com muito humor e erudição no passado dia 11 de Janeiro no Centro de Arte Moderna.
> Ler mais
UM LIVRO POR SEMANA
08 Jan 2007 - “A Nuvem do Não-Saber” de um autor inglês anónimo do século XIV, publicada na colecção Teofanias, dirigida por José Tolentino de Mendonça (Assírio & Alvim), é uma obra surpreendente pela limpidez e clareza que conserva, quase sete séculos depois de ter sido escrita. José Mattoso, no magnífico prefácio que assina, recorda-nos, aliás, que estamos perante o que é classificado por historiadores da mística cristã como “um dos mais belos textos místicos de todos os tempos”.
> Ler mais
UM LIVRO POR SEMANA
01 Jan 2007 - Bom Ano! Em 2007 assinalar-se-á o centenário de Hergé, Georges Remi (1907-1983), o criador de Tintin. Ao abrir o ano, falo de um álbum que marcou de modo decisivo a história da “escola belga” de “banda desenhada” – “O Lótus Azul” (“Le Lotus Bleu”, 1936). Pode dizer-se que com esta obra não só o autor iniciou a fase madura da sua carreira, mas também abriu uma nova era na história da ilustração europeia. Tintin existia desde 1929, mas havia uma manifesta incipiência nas primeiras aventuras (no país dos sovietes, no Congo, na América).
> Ler mais