Home Sobre nós Serviços Novos sócios Bolsas Mecenas Contactos English Français
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"
Helena Vaz da Silva LER BIOGRAFIA

Reflexões

Textos do Presidente do Grande Conselho do CNC, Guilherme d'Oliveira Martins, de Novembro 2002 a Outubro 2005
De 13 a 19 de Junho de 2005
No último fim-de-semana o CNC percorreu o Portugal queirosiano. Suprema empreitada. Soberba oportunidade. Leiria, Coimbra, Resende, Santa Cruz do Douro, Porto, Póvoa do Varzim… Tivemos por companheiros todos aqueles a quem José Maria Eça de Queirós deu vida.
> Ler mais
De 6 a 12 de Junho de 2005
Eduardo Teixeira Coelho (1919-2005) constitui uma das referências da ilustração e da banda desenhada portuguesas. Ao lado do talento de Fernando Bento e da popularidade de Vítor Péon, foi um dos mais prolíferos e seguros cultores da “história de quadradinhos”.
> Ler mais
De 30 de Maio a 5 de Junho de 2005
Está aberta ao público na Biblioteca Nacional a exposição “Centro Nacional de Cultura – 60 Anos de Uma Vida Cheia”. Constitui uma oportunidade única para seguir passo a passo uma história que, muitas vezes, se confunde com a história portuguesa.
> Ler mais
De 23 a 29 de Maio de 2005
Foi uma semana cheia de eventos na vida do CNC. Sessão da Gulbenkian, Ordem da Liberdade, Festa no Chiado, Cinemateca, invocação de D. Fernando de Almeida, escritores, poetas, pintores e os jovens concorrentes ao Prémio Revelação… Tanto por dizer…
> Ler mais
De 16 a 22 de Maio de 2005
“Cada vez se fala mais de cultura relativamente a tudo, excepto em relação àquilo onde se colocam as bases da sua existência, ou seja, a escola”. No recente Encontro Europeu da Cultura, Alain Finkielkraut criticou um certo cosmopolitismo frágil (...)"
> Ler mais
De 9 a 15 de Maio de 2005
O Centro Nacional de Cultura teve, ao longo dos sessenta anos de vida, que esta semana se completam, um papel “fundamental em actualizar, modernizar, no sentido do mundo moderno, a relação das pessoas”. Quem o disse foi Gonçalo Ribeiro Telles, ao recordar a história do Centro, de que foi um dos fundadores. (...)
> Ler mais
De 2 a 8 de Maio de 2005
Estamos a celebrar o quarto centenário da publicação de “Dom Quixote de la Mancha” (1605). E, por estes dias, desapareceu, sem que o esperássemos (como se pode esperar?), um escritor contemporâneo, que representa magistralmente o mundo latino-americano. (...)
> Ler mais
De 25 de Abril a 01 de Maio de 2005
Justíssima homenagem da cidade de Lisboa à memória de Helena Vaz da Silva. Desde sexta-feira, a toponímia da cidade regista o nome de quem foi a grande impulsionadora da acção do Centro Nacional de Cultura (...)
> Ler mais