Home Sobre nós Serviços Novos sócios Bolsas Mecenas Contactos English Français
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"
Helena Vaz da Silva LER BIOGRAFIA

BOSSA NOVA – 60 ANOS

Conferência por Manuel Mota, a decorrer no dia 5 de junho às 18h30, na Galeria Fernando Pessoa do CNC (Largo do Picadeiro n.º 10).
João Gilberto
No Brasil, sempre houve “bossa”; antes de 1958 havia “bossa antes da bossa”. Mas nesse ano, e culminando um conjunto de experiências e combinações de ritmo e de melodia, “explode” aquele que veio a ser o estilo musical mais internacional de sempre da música popular brasileira.

Tom Jobim e Vinicius de Moraes andavam às voltas com uma nova música, até que um dia em 1958, bate-lhes à porta um baiano chamado João Gilberto. De cabelo comprido, e aspeto um tanto vagabundo, à época, trazia um violão debaixo do braço.

A dupla mostrou a música – claro, “Chega de saudade” – e de imediato, João tocou-a com uma batida nunca escutada até então. Tom e Vinicius exultaram. Era o que queriam! Nascia assim a bossa nova, rótulo que aliás João Gilberto sempre recusava usar, dizendo que ele apenas tocava “samba”.
Edição: 22 de março de 2018