Home Sobre nós Serviços Novos sócios Bolsas Mecenas Contactos English Français
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"
Helena Vaz da Silva LER BIOGRAFIA

“Iluminações de uma Mulher Livre” de Samuel Pimenta

Livro escrito no âmbito da Bolsa Jovens Criadores do Centro Nacional de Cultura, chegou às livrarias dia 2 de fevereiro e tem lançamento agendado em Lisboa no dia 9 de Fevereiro, na FNAC Chiado, pelas 18h30.

Samuel F. Pimenta explica que “é um livro sobre uma mulher, Isabel, que deseja libertar-se de um casamento de abusos e medo, mas também é sobre a opressão e a violência exercidas por uma sociedade patriarcal, a nossa sociedade, que ainda olha a diferença com desconfiança e procura segregá-la com a imposição de normas”.

A apresentação será feita por Ana Paula Costa, Fátima Encarnado, Fernanda Estrela D’Alva Garraio, Irina Batalha, Rute Serôdio Simões e Sofia Teixeira, escritoras, artistas, professoras, bloggers, mulheres que se destacam nas suas áreas profissionais e pessoais, e que Samuel F. Pimenta considera “mulheres distintas e perfeitas para a apresentação deste livro”.

“Iluminações de uma Mulher Livre”, publicado sob a cancela da editora Marcador (Grupo Editorial Presença), é já o sexto livro de Samuel F. Pimenta e foi escrito no âmbito da Bolsa Jovens Criadores do Centro Nacional de Cultura, que o escritor ganhou em 2015, permitindo-lhe a realização de uma residência literária na aldeia de Pinheiro, no concelho de Carregal do Sal, distrito de Viseu, que serve de cenário à narrativa.

“A residência literária em Pinheiro, que é a aldeia do meu avô materno e da minha mãe, foi uma experiência de grande impacto para mim. Não só porque tive oportunidade de conversar com a população local e de acompanhar de perto os seus hábitos diários, permitindo uma grande troca cultural, mas porque foi uma das lendas da aldeia, talvez uma das mais antigas, que serviu de inspiração para este livro”, explica o escritor.

Originário da vila de Alcanhões, em Santarém, Samuel F. Pimenta começou a escrever com 10 anos. Tem participado em diversas conferências e em encontros literários nacionais e internacionais, e colabora com publicações em Portugal, no Brasil, em Angola, em Moçambique e na Galiza. A sua obra está presente em diversas antologias, em Portugal e no estrangeiro. Alguns dos seus livros deram origem a peças de teatro e teses académicas.

São vários os prémios que lhe têm sido atribuídos, como o Prémio Jovens Criadores 2012 (Portugal), Comenda Luís Vaz de Camões 2014 (Brasil) e Prémio Liberdade de Expressão 2014 (Brasil). Em 2016, com o livro “Ágora”, ganhou o IV Prémio Literário Glória de Sant’Anna, galardão anual destinado ao melhor livro de poesia dos países lusófonos.

Atualmente, é editor e cronista, coordena o projeto “Emergente – Novos Poetas Lusófonos” e escreve para o seu blog pessoal – http://samuelfpimenta.blogspot.pt/


Edição: 06 de fevereiro de 2017